Emprestimos

Como fazer um estudo de Viabilidade Financeira

Como fazer um estudo de Viabilidade Financeira
Como fazer um estudo de Viabilidade Financeira
0 Partilhas

Como fazer um estudo de Viabilidade Financeira

Toda ideia, por mais que possa parecer boa, precisa passar por todo um processo de maturação e estudos para se saber como e se é possível colocar essa ideia em prática, e quanto vai custar isso, além do tempo que vai levar para que essa ideia se torne realidade.

Para atestar qual a real possibilidade de uma ideia ou projeto sair do papel é necessário fazer um estudo de viabilidade financeira.

Esse estudo não elimina, mas reduz sensivelmente a margem de erro de um projeto ou negócio.

Nesse artigo traremos todas as informações no que concerne ao estudo de viabilidade financeira para que você tenha as ferramentas necessárias para ter sucesso em seja qual for a sua empreitada.

O que é e por que fazer estudo de viabilidade financeira?

O estudo de viabilidade financeira é uma análise que visa medir se um investimento ou projeto é viável de ser realizado ou não.

Isso significa que esse estudo vai aferir a possibilidade real de lucro do empreendimento, para mensurar se de acordo com os investimentos a serem feitos, existem boas possibilidades de lucro, o que torna ou não o investimento viável.

Quem investe deve fazer o estudo de viabilidade financeira para decidir se vale ou não a pena fazer certo investimento, e se não valer, o investimento é descartado, eliminando prejuízos futuros. 

Como fazer então um estudo de viabilidade financeira?

Agora você vai saber como desenvolver um estudo de viabilidade financeira, que necessita de algumas etapas a serem cumpridas, e mostraremos quais são essas etapas.  

Essas etapas aferem a potencialidade de despesas, receitas, investimentos e custos.

Projeção de custos, investimentos e despesas

Algumas premissas precisam ser obedecidas nesse estudo, como por exemplo, se você estiver projetando abrir uma fábrica, você precisa calcular o preço dos equipamentos dessa fábrica.

Você também precisa calcular o valor das despesas correntes, que são os gastos para fazer a fábrica funcionar, como as contas a serem pagas, os materiais, e os custos com a mão de obra. 

Projeção de receitas

A razão definitiva para se fazer um investimento é a receita, que deve fazer face ao investimento e as despesas de forma a obter um resultado positivo.

É preciso conhecer o mercado em que se quer entrar, para saber quanto se pode arrecadar.

Um detalhe que faz toda a diferença no estudo é não levar em conta a capacidade total de receita, pois negócio nenhum trabalha o tempo todo com 100% de capacidade.

A projeção deve levar em conta algo em torno de 50%, para não ser uma projeção fantasiosa.  

Projeção de fluxo de caixa

O fluxo de caixa é simplesmente o fluxo de dinheiro que entra e sai do seu negócio diariamente, ou seja, um cruzamento das despesas x receitas para descobrir o real potencial de lucro.

Com isso você pode analisar se vale a pena o investimento.

0 Partilhas